quinta-feira, outubro 30

Novidades em Novembro


Aqui fica a agenda de Novembro da Livraria Arquivo.
Desta vez, destacamos a sessão com Nuno Júdice (é já dia 5, quarta-feira!), um dos nossos mais importantes poetas contemporâneos.
Mais para meio do mês, dia 18 (terça-feira), teremos a excelente oportunidade de ouvir Daniel Sampaio. Irá conversar, como só ele sabe, sobre a vida, os afectos, as novas famílias e,desta vez, também, sobre a importância dos avós.
E ainda o workshop sobre treino mental para melhorar a performance da nossa mente, dia 8 de Novembro, orientado por Margarida Fonseca Santos, que promete ser muito interessante.
É sempre um prazer enorme tê-los cá. Apareçam

Como melhorar a performance da mente?

Workshop
TREINO MENTAL PARA GESTÃO DA ANSIEDADE

Por Margarida Fonseca Santos
8 de Novembro

No nosso dia-a-dia somos confrontados com inúmeras situações geradoras de ansiedade, indo esta aumentando até se tornar incómoda e, alguma vezes, incapacitante. Estas situações ocorrem tanto na vida pessoal como na profissional.
O que é o Treino Mental? Treino mental é aprender a melhorar a performance da nossa mente. Serve para gerir estados de ansiedade, preparar o nosso desempenho em eventos futuros, ter acesso à criatividade, ser capaz de olhar para os problemas e começar a encontrar soluções. É uma ferramenta que devia fazer parte da nossa formação...
O treino mental permite entender como funciona a mente e como programamos (voluntária ou involuntariamente), mas sobretudo permite aprender a baixar os níveis de ansiedade, a ter uma maior auto-confiança e bem-estar, e a aumentar o nível de desempenho nas várias áreas da nossa vida.


Destinatários: adultos (e adolescentes) que pretendam aprender a lidar com a ansiedade, melhorando assim o seu desempenho pessoal e profissional.
Horário: Manhã: das 10h00 às 13 horas Das 14h30 às 18h00
Custo inscrição: 55,00€No final será entregue certificado de participação.
Data limite de inscrição: 5 de Novembro
Formador: Margarida Fonseca SantosMargarida Fonseca Santos é diplomada com o curso Superior de Piano, foi professora de Pedagogia e de Formação musical em várias escolas, nomeadamente na Escola Superior de Música de Lisboa. Começou a escrever em 1993.Estudou Escrita Criativa, Escrita para Teatro, Guionismo e Curta-Metragem. Tem vários livros publicados, sendo a maioria na área infanto-juvenil, estando alguns deles incluídos no Plano Nacional de Leitura. Dinamiza oficinas de escrita criativa, escrita para teatro e escrita para crianças (com jovens, adultos e professores).Paralelamente orienta cursos de Treino Mental para jovens, adultos e performers (Músicos, ginastas, actores, etc).


Se está interessado em participar, pode obter mais informação ao balcão da Livraria ou contactando Paula Carvalho (244 822 225 ou agenda@arquivolivraria.pt)



quinta-feira, outubro 23

Nuno Crato e a Matemática das Coisas

clique para ampliar
No próximo dia 30, pelas 18h30,
venha ouvir Nuno Crato e a Matemática das Coisas
em conversa informal com a professora Anabela Graça e a estudante universitária Eloísa Pires.

ACERCA DO AUTOR:
Nuno Crato
é professor de Matemática e Estatística no ISEG. É pró-reitor para a cultura científica na Universidade Técnica de Lisboa e coordenador científico do centro de investigação FCT Cemapre. Trabalha em processos estocásticos e séries temporais e desenvolve aplicações em áreas diversas, nomeadamente computacionais e financeiras.
É presidente da Sociedade Portuguesa de Matemática e membro de várias sociedades científicas. Tem dezenas de artigos publicados em revistas científicas internacionais.
Este é o seu décimo segundo livro. Conhecido do grande público pelo (com nove edições), por e por outras obras de divulgação, Nuno Crato é ainda cronista do e colaborador regular em programas de televisão e de rádio. Três artigos seus sobre criptografia aqui incluídos conquistaram-lhe o primeiro prémio no concurso Public Awareness of Mathematics, promovido pela Sociedade Europeia de Matemática em 2003. A Comissão Europeia galardoou-o em 2008 com o segundo lugar na categoria de Divulgador Científico do Ano.

ACERCA LIVRO:
A Matemática das Coisas
Do Papel A4 aos Atacadores de Sapatos, do GPS às Rodas Dentadas

Editora: Gradiva

Este é um livro de histórias matemáticas. De deliciosas histórias matemáticas. São histórias de vilões que procuram roubar segredos, de heróis que codificam as suas mensagens, de matemáticos que passam séculos à procura da melhor forma de empilhar laranjas.
São também histórias de confusões nas auto-estradas por não se seguirem regras da geometria cartesiana, de trapalhadas nos trocos por se ignorarem paradoxos antigos, de erros nos calendários por se desconhecerem boas regras de aproximação numérica. São, finalmente, histórias da beleza e do poder da matemática. É a matemática em acção, contada de forma que todos a entendam, de maneira que os jovens se entusiasmem e que os professores se inspirem

segunda-feira, outubro 6

Escrita Criativa por Margarida Fonseca Santos

WORKSHOP DE ESCRITA CRIATIVA
Margarida Fonseca Santos
11 de Outubro


O objectivo da escrita criativa é desenvolver a capacidade de associar ideias, imagens, memórias, situações e reproduzi-las, transformando-as num texto.
Serão feitos jogos que 'empurram' o participante para situações criativas, para a elaboração de conflitos geradores de histórias, para a construção de personagens e para a elaboração.
Assim, mais do que estarmos preocupados com o resultado final de cada experiência criativa, interessa-nos o processo utilizado e que ficará disponível para que cada um possa voltar a aplicá-lo mais tarde.

Destinatários: adultos (maiores de 18 anos) que pretendem desenvolver a sua relação com a escrita, seja por gosto pessoal, seja por questões profissionais.

Duração: 1 dia (sábado)

Horário: Das 10h às 13 horas das 14h30 às 18h00

Máximo:16 pessoas e mínimo de 12

Custo inscrição: 55,00€

Formador: Margarida Fonseca Santos
Margarida Fonseca Santos é diplomada com o curso Superior de Piano, foi professora de Pedagogia e de Formação musical em várias escolas, nomeadamente na Escola Superior de Música de Lisboa. Começou a escrever em 1993.
Estudou Escrita Criativa, Escrita para Teatro, Guionismo e Curta-Metragem. Tem vários livros publicados, sendo a maioria na área infanto-juvenil, estando alguns deles incluídos no Plano Nacional de Leitura.
Em 1996 ganhou o Prémio Nacional de Conto Manuel da Fonseca e o Prémio Revelação em Ficção APE/IPLB. Escreve regularmente para teatro, tanto para crianças como para adultos.
Autora, com Elsa Serra, do Livro Quero Ser Escritor!, Manual de Escrita Criativa para todas as idades.
Dinamiza oficinas de escrita criativa, escrita para teatro e escrita para crianças (com jovens, adultos e professores).
Paralelamente orienta cursos de Treino Mental para jovens, adultos e performers (Músicos, ginastas, actores, etc)

Agenda de Outubro

clique para ampliar
Aqui fica a agenda de Outubro. Entre outras actividades, destaque para o lançamento do novo livro de Amélia Pais e para a conversa sobre matemática e educação com Nuno Crato. Afinal, o que fazer para a matemática ser mais fácil e atractiva?
Bons motivos para nos visitar.

domingo, setembro 21

valter hugo mãe na Arquivo

clique para ampliar PRÉMIO LITERÁRIO JOSÉ SARAMAGO 2007

Uma conversa a não perder!

Acerca do livro:

o apocalipse dos trabalhadores
A maria da graça - mulher-a-dias em Bragança esquecida do mundo – tem a ambição, não tão secreta quanto isso, de morrer de amor; e por essa razão sonha recorrentemente com a entrada no paraíso, aonde vai à procura do senhor ferreira, seu antigo patrão, que, apesar de sovina e abusador, lhe falou de Goya, Rilke, Bergman ou Mozart como homens que impressionaram o seu próprio Deus. Mas às portas do céu acotovelam-se mercadores de souvenirs em brigas constantes e são pedro não faz mais do que a enxotar dali a cada visita.
Tal como a maria da graça, todas as personagens deste livro buscam o paraíso; e, aflitas com a esperança, ou esperança nenhuma, de um dia serem felizes, acham que a felicidade vale qualquer risco, nem que seja para as lançar alegremente no abismo.
O apocalipse dos trabalhadores é um retrato do nosso tempo, feito da precariedade e dessa esperança difícil. Um retrato desenhado através de duas mulheres-a-dias, um reformado e um jovem ucraniano que reflectem sobre os caminhos sinuosos do engenho e da vontade humana num Portugal com cada vez mais imigrantes e sobre a forma como isso parece perturbar a sociedade.

valter hugo mãe
nasceu em Vila do Conde há vinte e seis anos. É licenciado em Direito e pós-graduado em Literatura Portuguesa Moderna e Contemporânea. É autor dos livros de poesia: livro de maldições (2006); o resto da minha alegria seguido de a remoção das almas e útero (2003); a cobrição das filhas (2001); estou escondido na cor amarga do fim da tarde e três minutos antes de a maré encher (2000); egon shiele auto-retrato de dupla encarnação, (Prémio de Poesia Almeida Garret) e entorno a casa sobre a cabeça (1999); o sol pôs-se calmo sem me acordar (1997); e silencioso sorpo de fuga (1996). Escreveu ainda o romance o nosso reino (2004). Organizou as antologias: O Encantador de Palavras, poesia de Manoel de Barros; Série Poeta, em homenagem a Julio - Saúl Dias; Quem Quer Casar com a Poetisa, poesia de Adília Lopes; O Futuro em Anos-Luz, por sugestão do Porto 2001; Desfocados pelo Vento, A Poesia dos Anos 80, Agora. Foi, entre 2001 e 2004, sócio-gerente da Quasi Edições.
Mais informações sobre o autor podem ser obtidas em www.valterhugomae.com.

sexta-feira, setembro 5

Hoje, às 18h30

Apresentação do livro de poesia
O Que Sobra
de Manuel Silva-Terra
A obra será apresentada por Amélia Pinto Pais

Manuel Silva-Terra começou por publicar nos “Cadernos dos 40”, em Coimbra, na década de 80. Depois, nas edições Fenda, publicou Com a Língua na Orelha, e as plaquettes O Céu é Deserto e De Limites (em colaboração). Mais tarde, Exercício de Fogo Real saiu em edição de autor.
Para a editora Casa do Sul organizou a antologia E o Céu tão Baixo. Aqui, publicou Os Três Primeiros Cadernos, Livro da Ignorância, Calafrio, Paisagens (em colaboração com o pintor Carlos Guerra) e Campos Magnéticos (refundação de livros anteriores).
Em 2007, publicou a narrativa Pai, Não Abra Já Esta Porta, e em 2008 organizou o volume As Cigarras Vão Morrer: Haiku, uma antologia.
O homem nasceu na freguesia de Orvalho (Beira Baixa); o poeta, em data e local incertos e de pai incógnito.

quinta-feira, setembro 4

segunda-feira, setembro 1

De Regresso...

clique para ampliar

Olá a todos,

Estamos de regresso com um mês de Setembro pleno de actividades. Entre outros bons motivos para nos visitar, aqui fica a proposta para assistir e participar na conversa com valter hugo mãe, a propósito de "o apocalispse dos trabalhadores", que será conduzida pelo jornalista Manuel Leiria e pelo autor Paulo Moreiras.

Apareçam e ... Boas leituras.

AGENDA CULTURAL Livraria ARQUIVO
4 de Setembro – 19h00
Inauguração de Exposição de pintura “ALMOST GREY” de Horácio Borralho
Patente até 30 de Setembro

5 de Setembro - 18h30
Apresentação do livro O que Sobra, de Manuel Silva-Terra
A obra será apresentada por Amélia Pinto Pais

13 de Setembro - 16h30
Animação da história infantil O Traseiro do Rei
Animadora: Liliana Gonçalves.

20 e 21 de Setembro – todo o dia
Curso intensivo: Financiamento de Projectos Culturais através de Patrocínio e Mecenato*
Orientado por Rui Matoso.
*sujeito a inscrição prévia.

25 de Setembro – 19h00
Apresentação do livro "o apocalipse dos trabalhadores", de valter hugo mãe, em conversa informal com Manuel Leiria e Paulo Moreiras.
Leitura de excertos da obra por actores do Te-Ato, Grupo-Teatro de Leiria

segunda-feira, agosto 25

Próximo curso a decorrer na Arquivo


Curso Intensivo
Financiamento de Projectos Culturais
através de Patrocínio e Mecenato

por Rui Matoso
20 e 21 de Setembro

Se desenvolve actividades em organizações relacionadas com a cultura, nomeadamente associações, cooperativas, empresas e fundações culturais; pelouros culturais autárquicos; centros culturais e de exposição de arte; companhias de dança ou de teatro, livrarias, festivais, galerias de arte, monumentos, museus, orquestras e está interessado em saber como se elabora um dossier de apresentação a eventuais patrocinadores ou mecenas, então este Workshop é para si!

Objectivo:
Dotar os participantes de metodologias e ferramentas apropriadas para a elaboração e apresentação de propostas de financiamento a eventuais patrocinadores e mecenas.

Destinatários:
Responsáveis de organizações e instituições culturais públicas ou privadas: Associações, Cooperativas, Fundações, Câmaras Municipais, etc. Todas as pessoas interessadas em desenvolver projectos sustentáveis em diversas áreas/sectores.

Programa:
Sábado, 20 Setembro
10h30– Recepção dos participantes
Questionário prévio
Apresentações
Introdução geral ao curso
O Marketing Cultural (a perspectiva dos patrocinadores): definição e objectivos
Perguntas e respostas / diálogo e troca de experiências

14h30 - Continuação
Exercício em grupo: estudo de caso
Patrocínio de Projectos Culturais: pesquisa e adequação de propostas
Etapas da construção de um projecto de patrocínio
Perguntas e respostas / diálogo e troca de experiências
A organização da proposta (dossier)
A apresentação da proposta (exemplo em powerpoint)

Domingo, 21 de Setembro
10h30 -Análise sumária de proposta verídica
Exercício em grupo: análise aprofundada, discussão e avaliação da adequação de proposta verídica (Projecto Manifesto iD)

14h30- Entrega do Manual do Curso e dos Certificados
Diferenças entre Patrocínio e Mecenato
Mecenato Cultural
a) Definição e tipos de Mecenato
b) Objectivos do Mecenato
c) Legislação do Mecenato
d) A dedução fiscal dos donativos
f) O Processo de Mecenato
Perguntas e respostas / diálogo e troca de experiências

Data: 20 e 21 de Setembro Horário: Das 10h30 às 13h00; das 14h30 às 18h30; Preço: 90,00€ N.º de Vagas: 16 Data limite de inscrição: 16 de Setembro Local: Livraria Arquivo

Rui Matoso é gestor e programador cultural, autor de diversos ensaios e artigos sobre arte e cultura, é director da revista Espaço Público editada pela Cooperativa de Comunicação e Cultura, onde vem programando diversas actividades. É membro da direcção da Associação Agostinho da Silva onde coordena o projecto Portal Agostinho da Silva, um pensamento a descobrir!. Cursa o Mestrado Práticas Culturais para Municípios, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, tendo anteriormente realizado uma formação avançada (pós-graduação) em Gestão Cultural na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. É formador certificado pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (CAP).

Será entregue um certificado de frequência.
A realização do curso está condicionada a um número mínimo de 12 participantes. Caso não se atinja este número o valor da inscrição será devolvido na totalidade.


Informações: Paula Carvalho Livraria ARQUIVO Av. Combatentes da Grande Guerra, 53 2400-123 Leiria Telefone: 244 822 225 Fax: 244 828 091 E-mail : agenda@arquivolivraria.pt www.arquivolivraria.pt www.arquivolivraria.blogspot.com

sexta-feira, agosto 22

De regresso...

Aqui estamos de volta,
depois de umas longas e retemperadoras férias,
a preparar um mês de Setembro cheio de novidades.
E a propósito, já espreitaram a nossa montra?

Clique para ampliar


Outra vez juntos!
Para preparar o regresso às aulas em grande, a Livraria Arquivo tem já disponíveis as novas colecções escolares das marcas Eastpak, elena corredoira, kukuxumusu, Hello Kitty, entre outras.
Mochilas, malas, cadernos, dossiers, marcadores, canetas, estojos e tudo aquilo que precisas para que o novo ano escolar seja espectacular. Mas atenção! Esta visita virtual não substitui uma visita real, para que possas ver ao vivo aquilo que te mostramos aqui. Que é só uma pequena amostra das nossas colecções escolares 2008/2009. Esperamos por ti! E bom regresso!


Clique para ampliar
Clique para ampliar















































quinta-feira, julho 10

Exposição de Mariana Marques

EXPOSIÇÃO Mariana Marques - limpar os cinzentos

inauguração: 11 de julho, 17h30

data: 11 de Julho a 7 de Agosto

sinopse
Feito a partir de uma colecção de fotografias antigas, souvenirs de um
palácio, que podia ser qualquer um; com um ambiente pesado e austero,
mantido até hoje numa época que passou, parado no tempo. Este espaço
tem um único habitante, uma personagem que veio para percorrer os
planos escolhidos e agir sobre eles, veio para limpar os cinzentos.
ficha técnica
Série de 20 fotografias, cada 6,6 x 9,1 cm
Técnica mista e fotomontagem, 2008

sexta-feira, junho 13

13 Junho 1888

" Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive."
Fernando Pessoa

A Arquivo associa-se à celebração dos 120 anos sobre o nascimento de Fernando Pessoa. Descubra a selecção de livros do poeta e inspirados por ele que preparámos para si. Sem esquecer a novidade Quaresma, Decifrador: «As novelas policiais de Fernando Pessoa estão reunidas num só volume. Esta é a maior novidade editorial (...)nos 120 anos do seu nascimento. É Pessoa na pele de Quaresma, Decifrador em 13 novelas inacabadas.» Isabel Lucas, Diário de Notícias, 12-VI-2008.

A juntar aos livros, na cafetaria, propomos-lhe o "Menu Fernando Pessoa".

Celebre connosco!

quinta-feira, junho 5

Próximo Curso na Arquivo

PORTUGAL E O QUINTO IMPÉRIO:
em CAMÕES, VIEIRA, PESSOA
E AGOSTINHO DA SILVA

Sábado 14 de Junho 2008

Paulo Borges


Programa do curso:
O curso visa introduzir à visão de Portugal e do Quinto Império nos quatro autores que mais sistematicamente profetizaram e pensaram a vocação / missão de Portugal como a de contribuir para a transformação da mente humana e para uma nova idade de plenitude universal. Numa época de incerteza na vida nacional e mundial, procura-se pensar até que ponto há aqui um desafio e alternativa urgente para o bem do mundo.

1 - Luís de Camões – Que pela "gente /de Luso" "se esqueçam os humanos / De Assírios, Persas, Gregos e Romanos": a Ilha dos Amores, a iniciação erótico-espiritual e a nova geração andrógina de Fiéis do Amor.

2 - Padre António Vieira – Os quatro impérios particulares, os homens "de todo o mundo" e o Quinto Império ou Reino de Deus na terra consumado: plenitude do Corpo Místico de Cristo e santificação do universo.

3 - Fernando Pessoa - "O futuro de Portugal […] é sermos tudo":superação e síntese superior de "Grécia, Roma, Cristandade, / Europa" num Império cultural e espiritual. "A verdade / Que morreu D. Sebastião", as "Índias Espirituais", o "caminho da Serpente" e o regresso do Rei Encoberto.

4 - Agostinho da Silva – Da cisão original sujeito-objecto à metanóia /samadhi reintegrador: lusofonia, ecumenismo e Império do Espírito Santo, desvelamento da realeza encoberta e organização do "Tudo para Todos" – "só então Portugal, por já não ser, será".
Conclusão: Portugal, a Lusofonia, o Quinto Império e nós. O estado do mundo e a urgência de uma alternativa cultural e civilizacional.

Currículo Professor Paulo Borges:
Professor do Departamento de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde trabalha nas áreas de Filosofia da Religião, Filosofia em Portugal e Antropologia e Cultura e integra o projecto de investigação "A Filosofia e as Grandes Religiões do Mundo". É membro e investigador do Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa. Doutorou-se em 2000 com uma dissertação sobre Metafísica e Teologia da Origem em Teixeira de Pascoaes. Dedica-se à escrita, à tradução, ao estudo, prática e instrução da experiência meditativa, ao estudo da filosofia e cultura portuguesa e das grandes tradições espirituais, ao diálogo inter-cultural e inter-religioso. Sente-se herdeiro do melhor da visão que, em Luís de Camões, Padre António Vieira, Fernando Pessoa e Agostinho da Silva, assume ser vocação de Portugal servir a emancipação das consciências, contribuir para um Novo Mundo alternativo ao esgotamento da civilização tecnocrática, produtivista e consumista e para a criação de uma comunidade ético-espiritual mundial onde se transcendam e harmonizem as diferenças nacionais, culturais, políticas e religiosas. É actualmente Presidente da União Budista Portuguesa e da Associação Agostinho da Silva, bem como Vice-Presidente da Casa da Cultura do Tibete e director do Centro de Estudos Agostinho da Silva. Co-Director da Revista "Nova Águia" e Presidente da Comissão Coordenadora do Movimento Internacional Lusófono.Sente-se Todo o Mundo e Ninguém.

Duração: 6 horas Horário: Das 10h00 às 13h00 Das 15 às 18h00 Preço: 40,00€
Numero de Inscrições: 20 Data limite de inscrição: 10 de Junho.
Local: Livraria Arquivo – Av. Combatentes da Grande Guerra, 53, Leiria – t. 244 822225
email: agenda@arquivolivraria.pt

terça-feira, junho 3

Feira das Crianças

clique para ampliar


Olá Amiguinhos!
A Arquivo preparou para todo o mês de Junho uma mão cheia de surpresas! Ora vê:


de 1 de Junho a 30 de Junho
Feira das Crianças
exposição de ilustração para a infância
feira do livro infantil (desconto de 20%, como na feira do livro!)
1º andar - galeria

7 de Junho sábado 16h30
animação do conto
"baralhando histórias"
1º andar - galeria

28 e 29 de Junho
participação no evento "Pinhal das Artes", em S. Pedro de Moel.

Na nossa tenda haverá muitos livros e animação!apresentação do conto "A árvore Generosa" e leitura desta história encantada (29 de Junho). Sobre este evento vê mais em: http://www.samp.pt/
ficamos à tua espera!

Boas leituras e muitos dias felizes!
e beijinhos do teu Arquivinho.

segunda-feira, junho 2

Agenda de Junho

clique para ampliar
Olá a todos ! Aqui fica o programa de Junho da Arquivo.
Contamos com a vossa visita, na Livraria e na Feira do Livro de Leiria!

terça-feira, abril 8

e assim foi o 2.º encontro de poesia na Arquivo

clicar para ampliar
clicar para ampliar
clicar para ampliar

clicar para ampliar
O Encontro de Poesia “A Noite Abre os Meus Olhos”, iniciado em 2007, é fruto do nosso crescente gosto pela poesia, em particular pela poesia portuguesa.
No sábado passado aconteceu o segundo: à mesma mesa juntámos seis poetas, de gerações diferentes, que partilharam connosco alguns dos seus poemas, lidos e escolhidos pelos próprios, num ambiente informal de entrega e partilha com todos os presentes. Um grande obrigado aos poetas, à nossa amiga Amélia Pais, aos nossos parceiros patrocinados e apoiantes e a todos os amigos que de alguma foram contribuíram para que este 2.º Encontro de Poesia acontecesse assim e, como é evidente, a todos os que vieram até nós e encheram a galeria da Livraria partilhando este momento sublime de encontro com a Poesia.
E a promessa fica: para o ano há mais!

“Não ler ficção de qualidade é um handicap, tal como não ler poesia. O rigor da imagem, da palavra, da descoberta da palavra na leitura da poesia são fundamentais”. João Lobo Antunes

quarta-feira, abril 2

2 de Abril | Dia Internacional do Livro Infantil

clique para ampliar

Hoje: a não esquecer!

- leve o seu filho a uma livraria e escolha com ele um livro para lhe oferecer;

- leve o seu filho à biblioteca mais próxima e ajude-o a requisitar um livro adaptado à idade;

- leia-lhe um livro, conte-lhe uma história: ajude o seu filho a descobrir o prazer da Leitura!

quinta-feira, março 20

21 de Março | Dia Mundial da Poesia

clique para ampliar
"Um grão de poesia basta para perfumar todo um século".

José Marti, Cuba


21 de Março. Dia Mundial da Poesia
Da Livraria Arquivo até ao Teatro José Lúcio da Silva, as ruas da cidade irão encher-se de poesia, pela voz e corpo de actores do Te-Ato, numa acção com o apoio da Livraria Arquivo, o Jornal de Leiria e a Câmara Municipal de Leiria. Para além de poemas, os actores distribuirão o Jornal de Leiria, com um especial dedicado à poesia.
Tudo em nome do Dia Mundial da Poesia, que na Arquivo será celebrado também com a realização do

2.º encontro de poesia
A NOITE ABRE OS MEUS OLHOS
com leituras de poemas pelos poetas
Ana Marques Gastão* Francisco José Viegas Gastão Cruz Jorge Reis-Sá Luís Falcão Orlando Cardoso Paulo Tavares Pedro Sena-Lino Amélia Pais
5 de Abril sábado 18h

ENTRADA LIVRE

Patrocínios:Instituto Politécnico de Leiria e Fundação Caixa Agrícola de Leiria
Apoios: Jornal de Leiria, Movicortes SA, Central FM, Orelhas.pt, Copiola, Relógio d'Água, D. Quixote, Assírio&Alvim, Quasi Edições

Sinopse:
A propósito do Dia Mundial da Poesia (21 de Março), a Livraria Arquivo realizar dia 5 de Abril (sábado) pelas 18 horas um Encontro de Poesia intitulado “A Noite Abre os Meus Olhos”.
A sessão contará com a presença dos poetas Ana Marques Gastão*, Francisco José Viegas, Gastão Cruz (Grande Prémio de Poesia APE 2007), Jorge Reis-Sá, Luís Falcão, Orlando Cardoso, Paulo Tavares, Pedro Sena-Lino e Amélia Pais, que fara a apresentação. A partir das 18 h, estes poetas irão partilhar alguns dos seus poemas preferidos, que já publicaram ou quem sabe até alguns inédito, num fim de tarde que se pretende eterno... Não falte!



--

quinta-feira, março 6

Maratona de Pintura - 24h a dar na Trincha 2


É já amanhã (7 de Março), a partir das 19 horas, que terá início a segunda Maratona de Pintura organizada numa parceria entre o grupo A9)))) e a Livraria Arquivo. Durante 24 horas um grupo de artistas terá como missão não parar de pintar enquanto na montra, onde se encontrará um colchão insuflável (evidente castigo para aqueles que se forem abaixo), decorrerão pequenos concertos musicais levados a cabo por outros artistas com diferentes interesses musicais. De lembrar que às 19.00h. do dia 7 será lançada a edição número 3 da publicação A9)))) e que à mesma hora do dia seguinte será lançado o número 4 na forma de publicação-catálogo.
O grupo A9)))) constitui-se como o núcleo da recém formada associação leiriense Células & Membranas.
http://www.arquivolivraria.pt - www.arquivolivraria.blogspot.com
http://a9sede.no.sapo.pt

sexta-feira, fevereiro 15

Inês Pedrosa na Livraria Arquivo

É já amanhã!...
Inês Pedrosa (a nova directora da Casa Fernando Pessoa, a quem desejamos as maiores venturas), vem à Livraria Arquivo para falar sobre o seu livro A Eternidade e o Desejo.
A sessão conta ainda com leituras de excertos da obra por João Lázaro e Ana Rita Santos, do Te-ato.
Contamos consigo!

segunda-feira, fevereiro 11

Exposição Colectiva



Desenho, Gravura, Pintura
Por Tiago Baptista, Sérgio Gato e Pedro Oliveira
ou como um trio d’ataque, na boa linha como outros trios como o Trio Odemira, se mostra num colectivo em Leiria, na Galeria da Livraria Arquivo, a 8 de Fevereiro de 2008.

Conheci o Tiago num lançamento de um fanzine de sua autoria intitulado Cleópatra que tentei roubar, mas fui apanhado. Senti-me imediatamente atraído pelo ambiente trash dos seus trabalhos. Traços grosso, rápidos, sujos, em cenários degradados e podres, repletos de sexo sem contemplações e sem limites de bom senso ou decoro. Os desenhos do Tiago eram feios e agressivos. Imaginei-o nascido na cintura industrial do Barreiro, rodeado do fumo das fábricas a moldarem-lho o gosto, ali entre o Lavradio e a Baixa da Banheira. Erro meu. Nasceu, há 21 anos, nas berças de Leiria, na Caranguejeira. N9o fundo é um tipo rural que fugiu para as Caldas da Rainha para aprimorar o seu conhecimento e espalhar a podridão do seu trabalho, entre freaks e vacas, entre Deus e o diabo.

O Sérgio, nado e criado alfacinha de 22 anos, cansou-se dos autocarros da Carris e resolveu apanhar o comboio na Estação do Cacém e fazer a linha do Oeste antes que esta fechasse as portas à circulação. Entre as inúmeras estações e apeadeiros que encontrou ao longo do caminho foi desenhando curvas concêntricas e manchas de mata-borrão nos canhotos dos bilhetes e nos guardanapos das sanduíches de queijo flamengo sem manteiga que levava para a viagem. Para ajudar a passar o tempo, desenvolveu a sua aptidão para a construção de manchas na criação de gravuras de cariz humanóide, reflexo da sua visão humanista da sociedade. È, também, dos três o único que revela gosto e paixão pela caixilharia. Facto que se pode comprovar nesta exposição.

O Pedro era um potentado do futebol, com possível futuro risonho na Selecção Nacional, que uma antiga namorada dizia que era bom como o Figo. Assustado com a comparação e a exigência adjacente, resolveu fugir de Lisboa, arredor que o viu nascer há 22 anos e foi também para as Caldas da Rainha, onde encontrou os outros dois, aprender a misturar tintas. Entre a paleta de cores e as aulas de culinária, bem retratada no colorido bolo de aniversário que a sua felliniana e multi-racial família envolve, resolveu expor a sua futura ex-carreira de sucesso como ponto de partida para um universo narcísico, entre o desejo de Manchester (dito pelo próprio) e a selecção de Scollari, no colo do seio familiar.
Álvaro Romão

sexta-feira, fevereiro 8

4.º Centenário Nascimento Padre António Vieira




6 de Fevereiro de 2008
4.º Centenário Nascimento Padre António Vieira
Na Livraria Arquivo foi assim que se celebrou o dia de nascimento do Padre António Vieira, com leituras do Sermão de Santo António pelos presentes e por Elsa Ligeiro, da editora Alma Azul.

quinta-feira, fevereiro 7

Malas Zwei à venda na Arquivo





Já conhecem as novas malas/sacos [ Zwei] que a Arquivo vai passar a vender?
Exclusivo em Leiria.
Vejam o vídeo
www.iam2.com/english/film.html, é espectacular! Liguem o som! A sério!
Ideal para arquitectos, designers e... para quem gostar!

segunda-feira, fevereiro 4

Agenda


Aqui fica a agenda da Livraria Arquivo para o mês de Fevereiro, recheada de muitos e bons motivos para nos visitar! ...
Ao contrário do que estava previsto, será este mês que vamos ter a sessão "à conversa com..." Inês Pedrosa (nova data:16 de Fevereiro). Pedimos desculpa por algum inconveniente resultante desta mudança de data.

quinta-feira, janeiro 31

Estão abertas as inscrições

Workshop Financiamento de Projectos Culturais através do Patrocínio e Mecenato
Por Rui Matoso
23 e 24 de Fevereiro

Se desenvolve actividades em organizações relacionadas com a cultura, nomeadamente associações, cooperativas, empresas e fundações culturais; pelouros culturais autárquicos; centros culturais e de exposição de arte; companhias de dança ou de teatro, livrarias, festivais, galerias de arte, monumentos, museus, orquestras e está interessado em saber como se elabora um dossier de apresentação a eventuais patrocinadores ou mecenas,
então este Workshop é para si!


Objectivo
Conhecer e praticar as metodologias e os processos necessários à angariação de financiamento através de patrocínio e mecenato cultural.
Destinatários
Estudantes, membros de organizações culturais públicas ou privadas: associações, cooperativas, fundações, etc. e todas as pessoas interessadas em obter informação sobre Financiamento de Projectos Culturais através de Patrocínios e Mecenato.

Conteúdos
1 – Introdução: Marketing Cultural vs. Marketing de Cultura
a) Definições de Marketing
b) Marketing Cultural
c) Marketing da Cultura
d) O Mercado de Marketing.


2 – Patrocínio de Projectos Culturais:
a) Definições e tipos de patrocínio
b) Do Artista ao Patrocinador;
c) Etapas da construção de um projecto de patrocínio;
d) Organização e redacção da proposta de patrocínio (dossier de patrocínio);
e) Negociação;
f) Estrutura base de um contrato de patrocínio.

3 – Diferenças entre Patrocínio e Mecenato

4- Mecenato Cultural
a) Definição e tipos de Mecenato;
b) Objectivos do Mecenato;
c) Legislação do Mecenato;
d) A dedução fiscal dos donativos;
f) O Processo de Mecenato.

Formador
Rui Matoso é gestor e programador cultural, coordenador da revista Espaço Público editada pela Cooperativa de Comunicação e Cultura. É membro da direcção da Associação Agostinho da Silva onde coordena um projecto de digitalização. Cursa o Mestrado Práticas Culturais para Municípios na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, tendo anteriormente realizado uma formação avançada (pós-graduação) em Gestão Cultural na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. É formador certificado pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (CAP).


Horário: Sábado : 10h30 às 13h 14h30 às 18h Domingo:10h às 13h 14h30 às 17h30
Número de vagas: 16
Data limite das inscrições: 18 de Fevereiro
Local: Livraria Arquivo
Preço: 90,00 €
Será entregue um certificado de frequência.
A realização do curso está condicionada a um número mínimo de 12 participantes e máximo de 16. Caso não se atinja este número, o valor da inscrição será devolvido na totalidade até ao prazo máximo de oito dias após a data prevista para a sua realização.
As inscrições poderão ser feitas ao balcão da Livraria Arquivo, por telefone e por email, apenas sendo consideradas após oficialização do pagamento.
Informações:
Paula Carvalho
Telefone: 244 822 225 Fax: 244 828 091

agenda@arquivolivraria.pt
www.arquivolivraria.pt
www.arquivolivraria.blogspot.com

terça-feira, janeiro 22

Próximos espectáculos do TE-ATO


Aos sábados no TE-ATO há matinée (18h) e soirée (21h30)
Coimbra B
24 25 21h30
26 18h00 21h30

Sala Jaime Salazar Sampaio
> 13 anos

Texto: Jacinto Lucas Pires
Encenação: João Lázaro
Interpretações: Ana Rita Santos Ruben Dias
Cenografia: Jorge Vieira
Apoio Técnico: Maria Manuel Rocha Marques

Alexandra e Floriano são dois personagens bizarros que se encontram na inóspita estação de Coimbra B. Um diálogo surpreendente entre dois seres que se cruzam no paradoxo de viver
.


Mãe! Estás aí?
26 16h00
Sala Jaime Salazar Sampaio
> 3 anos

Texto e Encenação: João Lázaro
Interpretações: Ana Reis Carina Paraíso
Direcção de Actores: Ana Lázaro
Apoio Técnico: Maria Manuel Rocha Marques


"Mãe! Estás aí!" é um trabalho para e de todas as Infâncias. Reportório de palavras, gestos e formas de estar, tanto quanto do modo como fazemos, pensamos e sentimos.
Uma Mãe e uma Criança revisitam-se no dentro e no fora de si. Percursos de vida que se completam pela memória que temos das coisas, e das pessoas também. Brincam e falam, jogam e aprendem mutuamente partes do seu íntimo e dos laços que as unem para que perdure a vida que herdamos e que deixamos por herança.


TE-ATO (Grupo-Teatro de Leiria) Sala Jaime Salazar Sampaio
Rua Pedro Nunes (Transversal Arquivo Distrital / Terreiro)
teatroleiria@gmail.com http://www.teatroleiria.com.sapo.pt/



sexta-feira, janeiro 11

Apresentação "Os Meus 35 anos com Salazar"

sábado, 19 de janeiro, 17h30 - apresentação do livro "Os Meus 35 anos com Salazar"
com Joaquim Vieira e Maria da Conceição Rita
breve apresentação de Acácio de Sousa

«Salazar entrou devagar na minha vida, sem eu dar por isso, ainda na minha infância. Quiseram logo a seguir separar as nossas vidas, mas revoltei-me e não deixei. Acompanhei-o assim até ao fim da vida dele.» Maria da Conceição Rita
Entrada Livre